Porto Iracema estreia projeto “Anatomia da Dança” com Lia Rodrigues falando sobre espetáculo “FÚRIA”

20/08/2020

A arte se expressa através de muitas linguagens e meios, com elementos que constituem uma criação de maneira única. Buscando promover encontros que discutam a expressão artística do corpo a partir de coreografias e dramaturgias próprias da dança, o Porto Iracema das Artes estreia o projeto "Anatomia da Dança" dentro da programação de aniversário da Escola. A primeira convidada é a coreógrafa e diretora Lia Rodrigues, um dos nomes mais importantes da dança contemporânea brasileira, que vai dissecar seu espetáculo "FÚRIA" em um bate-papo no YouTube e no Facebook do Porto, nesta quinta-feira (20), a partir das 15 horas.

Criado por Lia com assistência de Amália Lima, o espetáculo aborda questões como a visibilidade e o protagonismo de grupos sociais em um mundo marcado por contradições e paradoxos, questões que serão analisadas na live junto com aspectos estruturantes para a dança de "FÚRIA". A peça tem realização da Lia Rodrigues Companhia de Danças, que há 30 anos desenvolve trabalhos performados mundo afora. O encontro terá mediação de Andréa Bardawil, coreógrafa e diretora cearense da Cia da Arte Andanças.

O "Anatomia da Dança" é uma ação do Porto Iracema das Artes que expande um projeto já existente, o Anatomia do Filme, marcado por promover encontros com diretores de cinema para "dissecar" suas principais obras. A ideia é que, na dança, bailarinos, coreógrafos e diretores de companhias possam também analisar espetáculos importantes de suas carreiras. Devido ao isolamento social causado pela pandemia do novo Coronavírus, o projeto utiliza as redes sociais YouTube e Facebook para uma maior duração e interação com o público, que pode realizar intervenções através do chat.

A programação Sete Mares do Porto comemora o aniversário de 7 anos do Porto Iracema das Artes, em todo o mês de agosto, com bate-papos online sobre artes visuais, fotografia, teatro, dança, música e cinema, além de apresentações e exposições nas redes sociais Instagram, Facebook e YouTube da Escola. Simbora ?

Sobre o espetáculo FÚRIA
"FÚRIA" estreou em 2018 na França, espetáculo criado por Lia Rodrigues, com a assistência de Amália Lima. Também foi dançado e criado em estreita colaboração com os bailarinos Leonardo Nunes, Felipe Vian, Clara Cavalcante, Carolina Repetto, Valentina Fittipaldi, Andrey Silva, Karoll Silva, Larissa Lima, Ricardo Xavier. Silvia Soter assina a Dramaturgia do espetáculo, que procura abordar uma série de questões: Como espiar o tempo em um mundo dominado por uma infinidade de imagens contrastantes - medonhas e belas, sombrias e luminosas - atravessadas por uma infinidade de perguntas não respondidas e perpassadas por contradições e paradoxos? Como espiar o tempo em um mundo de fúria? Como dar visibilidade e voz ao que está invisível e silenciado?

Sobre Lia Rodrigues CIA de Danças
Fundada em 1990, no Rio de Janeiro, Lia Rodrigues Companhia de Danças já se apresentou em todas as regiões do Brasil e em mais de 20 países, entre os quais, Alemanha, Áustria, Canadá, Estados Unidos, França, Hungria, Israel, Itália, Reino Unido e Romênia. Ao longo de quase três décadas, a companhia busca estimular a reflexão, proporcionar espaços de debate, sensibilizar outros indivíduos para as questões da arte contemporânea, gerar encontros intelectuais e afetivos, além de apoiar e investir na formação e informação de novas gerações de artistas e plateias.

Há 15 anos a companhia é sediada no Complexo da Maré, um dos maiores conjuntos de favelas do Rio de Janeiro. Através da parceria com a ONG Redes de Desenvolvimento da Maré, criada em 2007 por moradores e ex-moradores do local, nasceram a Escola Livre de Dança da Maré e o Centro de Artes da Maré, onde a companhia desenvolve suas atividades artísticas e pedagógicas.

Sobre Andréa Bardawil
Coreógrafa, professora de dança e arte terapeuta, trabalha com a Companhia da Arte Andanças há 30 anos, com a qual desenvolve espetáculos e projetos colaborativos, experimentando a interface da dança com outras linguagens, e dedica-se a sistematizar uma abordagem em dança estruturada em duas vertentes, a artística e a terapêutica, denominada "A construção poética do visível".

Sobre a Escola
O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há sete anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço:
Porto Iracema estreia projeto "Anatomia da Dança" com Lia Rodrigues falando sobre espetáculo "FÚRIA"
Quando: 20/08 (quinta-feira)
Horário: a partir das 15 horas
Onde acessar: YouTube e Facebook do Porto Iracema