Obras do mestre Espedito Seleiro em exposição na capital cearense

13/08/2019

A trajetória de um dos artesãos mais importantes e reconhecidos do estado contada desde os primeiros elementos de ofício até produções e parcerias no universo do design. Esta é a proposta da exposição Espedito Seleiro - 80 anos de couro e alma, que será aberta para visitação nesta terça-feira (13), às 18h, no Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará. As obras permanecem em exibição até 27 de setembro.

Nascido em Arneiroz, no Sertão dos Inhamuns, Espedito Seleiro aprendeu a transformar o couro em peças utilitárias ainda na infância observando o pai vaqueiro e seleiro (fabricante de selas). Com o tempo, adquiriu uma estética própria para a confecção de peças, que valorizam desenhos e coloração com tingimentos naturais.

Além das tradicionais sandálias e bolsas de couro decoradas, o artista expandiu a atuação para a moda, em parceria com o estilista Ronaldo Fraga, em coleção apresentada no São Paulo Fashion Week. No design, Espedito decorou peças de mobiliário criadas pelos irmãos e designers Fernando e Humberto Campana para coleção inspirada no cangaço.

Em 2008, o artesão tornou-se mestre da cultura tradicional popular, título recebido da Secretaria da Cultura do Ceará. Atualmente, Espedito produz em seu ateliê na cidade de Nova Olinda, na região do Cariri, onde mora desde os 8 anos.

A exposição é organizada pela Profª Tânia Vasconcelos, coordenadora do projeto de extensão Espedito Seleiro: 80 Anos, do Curso de Design da UFC, com a curadoria do designer Érico Gondim. Simbora ?

Serviço:
Exposição Espedito Seleiro - 80 anos de couro e alma
Quando: 13/08 a 27/09
Onde: Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará - Av. da Universidade, 2854, Benfica
Funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h (entrada gratuita)
Contato: (85) 3366 7481 e 3366 7480