Movimento nacional #JustiçaporMariFerrer terá ato neste domingo (8), em Fortaleza

08/11/2020
Neste domingo (8), a partir das 15 horas, na estátua da Iracema Guardiã, na Praia de Iracema, mulheres e coletivos feministas de Fortaleza unem suas vozes a um movimento nacional que pede justiça pela promoter Mariana Ferrer. Vídeo vazado esta semana chocou o Brasil ao mostrar Mariana sendo vítima de violência jurídica e sofrendo humilhações durante audiência do processo de denúncia de estupro cometido contra ela pelo empresário André de Camargo Aranha, que terminou em absolvição por ‘estupro culposo’, terminologia inexistente na legislação criminal brasileira.


A organização local pede que as participantes levem cartazes de repúdio como forma de protesto e luto à ausência da voz feminina. A orientação geral é de que todas as manifestantes usem máscaras como proteção contra o coronavírus, levem álcool em gel e mantenham distância segura. A postura machista do judiciário catarinense provocou revolta em todo o país, levando mulheres em diversas cidades a irem para as ruas manifestar sua indignação pelo tratamento dado à Mariana, a verdadeira vítima do processo, e repúdio pela sentença, que inocentou o agressor André de Camargo Aranha, mesmo com evidências materiais e depoimentos de testemunhas.

 

Já na última quarta-feira (4), mulheres se reuniram em frente ao Supremo Tribunal Federal, em Brasília, clamando por justiça. Atos pedindo justiça para Mariana e por outras mulheres estupradas e humilhadas no ambiente do Judiciário no Brasil e pelo fim da cultura do estupro estão sendo realizados em todo o País neste fim de semana, 7 e 8 de novembro. Simbora ?

 

Serviço:
Ato #JustiçaporMariFerrer em Fortaleza
Local: Estátua de Iracema Guardiã (Praia de Iracema)
Data: 08/11 (domingo)
Horário: 15 horas
Artes: Alana Shelda