Exposição do fotógrafo Sérgio Carvalho retrata a religiosidade de Padre Cícero

27/02/2020

Para marcar os seus 20 anos de profissão, o fotógrafo Sérgio Carvalho presentou o público com uma belíssima exposição em cor e P&B que retrata a religiosidade sertaneja em torno do mito do Padre Cícero. Em exibição na Imagem Brasil Galeria, em Fortaleza, até o dia 14 de abril, de segunda à sexta-feira, de 8h30 às 12h e de 14h às 18h, os ensaios "Sala do Santo" e "Caminho de Pedra e Areia" compõem a exposição Santo Sertão. A curadoria é de Carlos Carvalho e a produção de Vanessa Ramos, cujo projeto é vencedor do XI Edital Ceará de Incentivo às Artes da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult).

Piauiense radicado no Ceará desde o fim dos anos 90, Sérgio Carvalho dedicou longo período de peregrinação anual às romarias em Juazeiro do Norte, que permitiu ao fotógrafo a aproximação necessária para compreender o mundo místico das romarias. Pelas suas origens no sertão, ele carrega no imaginário a religiosidade e o drama da seca. As imagens de SANTO SERTÃO são fragmentos desse olhar recheado de memórias. Ainda sobre Sérgio, ele possui uma trajetória premiada e coleciona mostras conjuntas e individuais, publicações, produção, entre envolvimentos nas artes visuais, sempre empenhado em promover alertas e alongar olhares aos contextos sociais, tendo nas dianteiras o Sertão, seus povos, costumes e cultura. Simbora ?

DOIS ENSAIOS EM UM SANTO SERTÃO
SALA DO SANTO aborda nas imagens, em cores concentradas, as paredes votivas presentes nas salas das casas da Ladeira do Horto, rua que dá acesso à célebre estátua do Padre Cícero, no cume da colina em Juazeiro do Norte. A pedido do "Santo do Sertão", os devotos "doam" seus lares ao "Sagrado". À sua volta, o devoto coloca imagens dos santos preferidos e de entes queridos, vivos ou mortos, recriando no imaginário popular uma 'corte' celestial particular, que reflete a devoção dos fiéis.

O segundo ensaio, CAMINHO DE PEDRA E AREIA, exprime através de fotos em preto e branco o percurso feito pelos romeiros - do alto do Horto ao Santo Sepulcro, que foi local de refúgio e meditação do Padre Cícero, como serviu também de esconderijo aos cangaceiros. "Ao longo do caminho se destacam as pedras penduradas pelos romeiros nas arvores secas do sertão, como representação da fé e do sacrifício, na jornada terrena", relata Sérgio. Ao captar o trajeto dos peregrinos, na maioria oriundos de outros estados como Alagoas e Pernambuco, aponta foco diverso e complementar ao do ensaio Sala do Santo, que referencia os fiéis residentes de Juazeiro do Norte.

Serviço:
Exposição "Santo Sertão" por Sérgio Carvalho
Local: Imagem Brasil Galeria
Endereço: Rua Rocha Lima, 1707 - Aldeota, Fortaleza (CE)
Data: até o dia 14/04/2020
Horários: segunda à sexta-feira, de 8h30 às 12h, e de 14h às 18h.
Informações: (85) 3244-4625 / https://www.imagembrasil.com.br