“Ela”, nova música e clipe de Paula Aragão traz um grito de desabafo sobre padrões estéticos impostos às mulheres

04/03/2021

O Dia Internacional da Mulher, 08 de março, está chegando e ainda que muitos avanços possam ser reconhecidos ao longo dos últimos anos, um ideal inatingível de beleza para elas ainda é pauta de muito debate. O Brasil hoje se tornou o campeão entre os países que mais realizam procedimentos estéticos no mundo, e isso reflete na busca pelo "corpo perfeito", como sinônimo de sucesso e felicidade. Tudo isso serviu de inspiração para a composição de "Ela", da cantora Paula Aragão, que será lançada nesta sexta-feira (05) em todas as plataformas digitais, mais o lançamento do clipe no seu canal do youtube.

Celulite, estrias, rugas, obesidade, são só algumas das características tão atacadas nos corpos das mulheres, principalmente nas redes sociais, quando alguma decide mostrar sua beleza natural sem uso de maquiagem, filtros e outros efeitos. Diante desse cenário, a música nasceu da vontade de externar reflexões sobre as questões de padrões de beleza, de vivências e reflexões pessoais da cantora, que, pelo fato de não ter todo o estereótipo padrão de beleza imposto, já vivenciou diversas situações de sofrimento psicológico por conta desses preconceitos. Além das provocações, a canção traz um discurso forte de empoderamento feminino, trazendo uma sensação de liberdade.

Em parceria com seu irmão Gabriel Aragão, da banda Selvagens à Procura de Lei e produzida por Yury Kalil (Cidadão Instigado), "ELA" tem um ritmo envolvente e dançante, com batidas eletrônicas e efeitos sonoros que lhe dão uma roupagem bem contemporânea. Tudo isso carregada de provocações trazendo uma forte reflexão sobre padrões estéticos de beleza femininos impostos pela sociedade através do apelo publicitário midiático.

O roteiro do vídeo clipe foi pensado por Paula e elaborado em parceria com o ator cearense André Ximenes. As cenas foram inspiradas nas próprias vivências da cantora e também das atrizes participantes do clipe. Por meio de um compilado de conversas, chegou-se a uma narrativa pop e criativa, que inicia no desprezo do corpo alheio, o querer mudar a própria imagem para se enquadrar na sociedade, o questionar do preconceito, e finaliza com o despertar e a reconciliação consigo mesma. Como toda artista, a cantora espera logo em breve, após a pandemia, realizar shows e apresentações com suas composições autorais. Simbora ?

Sobre Paula Aragão
Paula Aragão iniciou seus estudos musicais com apenas 5 anos de idade, no Conservatório de Fortaleza/CE. O talento para a composição e para o canto veio cedo, quando nessa mesma idade já cantava profissionalmente em corais, eventos e programas de TV. Ao longo dos anos, desenvolveu também outras habilidades na dança e no teatro musical, se destacando como uma das escolhidas para compor o elenco da Broadway Brasil em 2017. Com formação em Design pela Universidade Federal do Ceará, Paula descobriu na música a sua fonte de autoconhecimento e libertação.

Hoje, com 27 anos, Paula encontra-se em processo de lançamento do seu primeiro projeto solo. O EP intitulado "Triangular" é fruto da parceria com seu irmão Gabriel Aragão, membro fundador da banda cearense Selvagens à Procura de Lei, tendo produção de Yury Kalil (Estúdio Totem / Cidadão Instigado). São três músicas com discursos marcantes e atuais, envolvidas na temática do feminino, na qual une recortes de sua trajetória musical. Além do projeto "Triangular", Paula lançou em 2020, uma releitura da música "As Rosas Não Falam", em parceria com o multi-instrumentista e produtor musical Yago Fernando, com o qual divide o palco. Em 2020 lançou "Melô da pandemia", produzida de forma independente e disponível em todas as plataformas digitais.

Siga Paula:
https://www.instagram.com/soupaulaaragao 

https://www.facebook.com/soupaulaaragao

https://twitter.com/soupaulaaragao

https://paulaaragao.com/

Serviço:
Lançamento single "Ela"
Data: 05/03 (sexta-feira)
Onde: Em todas as plataformas digitais + Youtube - Canal Paula Aragão

FICHA TÉCNICA:
//VÍDEO CLIPE
Uma produção Rua Zero
Direção: André Ximenes
Diretor de Fotografia: Bruna Memória
Assistente de câmera: Luiz Mendes
Equipamento de Luz: Cine Boutique
Roteiro: André Ximenes e Paula Aragão
Produção: Paula Aragão
Assistente de Produção: Yago Fernando
Beauty: Giu Rodrigues
Assistente Beauty: Rebeca Chagas
Projeto cenográfico: Rafaela Camboim
Coreografia: Luisa Viana e André Ximenes
Ballet: Miky Vitorino, Ju Souza, Day Vieira, Ana Bia
Atores teste: Livinha Vasconcelos, Letícia Ibiapina, Ingrid Castro, André Gress
Enfermeira: Fernanda Duarte
Médico: Paulo Ricardo
Edição e Finalização: @rua.zero
Fotografia: Luiz Mendes

//MÚSICA
Produtor: Yuri Kalil
Co-Produção: Gabriel Aragão
Baixo: Caio Evangelista
Voz: Paula Aragão
Letra: Paula Aragão e Gabriel Aragão