Dicas de segurança e conforto para quem vai pegar a estrada nestas férias

10/07/2019

Muitas famílias se programam para pegar a estrada neste mês de julho e curtir o litoral, a serra ou mesmo o sertão. Juntar a turma, arrumar as malas, levar os bichinhos de estimação, de fato, é um momento incrível e que renderá boas recordações, mas é preciso ter atenção e alguns cuidados para que a viagem sobre quatro rodas seja perfeita. O advogado especialista em trânsito, Rodrigo Nóbrega, ressalta algumas dicas para o conforto e segurança nas estradas. Confira as dicas e Simbora ?

Dicas:
Revisão no veículo
É importante que, antes da viagem, seja realizada uma revisão geral no automóvel a fim de evitar problemas durante o trajeto. Verificar a bateria, principalmente para viagens longas, trocar o óleo para garantir o bom funcionamento do motor e checar a calibragem dos pneus são medidas essenciais a serem tomadas antes de seguir viagem. O especialista em trânsito, Rodrigo Nóbrega, afirma que esses cuidados além de garantir um veículo preparado para rodar em estradas, pode evitar acidentes. ''A manutenção preventiva é de extrema importância para viagens de carro. Graves acidentes podem ocorrer por conta de algum problema mecânico, principalmente envolvendo os freios e sistema de alinhamento que pode exigir uma atenção redobrada do condutor se não estiver em dia."

Segurança das crianças
Para a segurança dos pequenos, é imprescindível o uso da cadeirinha e assentos de elevação para crianças de até sete anos e meio. Para os maiores, até os 10 anos, a regra é o uso do cinto de segurança no banco traseiro. A infração é gravíssima e multa R$ 293,47, além de retenção do veículo até a regularização da situação. "As mudanças das regras que foram propostas pelo governo não estão em vigor ainda. Então é importante seguir o atual código de trânsito.'', ressalta o especialista.

Transporte de pets
Para uma viagem tranquila com seu melhor amigo, é preciso alguns cuidados em prol da segurança. O Código Brasileiro de Trânsito (CBT) permite o transporte de pets em carros, desde que sigam as regras, sob penalidade de multa e até apreensão do veículo. Nada de ficar solto, andando de um lado para o outro, viajar no colo do motorista e muito menos colocar seu animalzinho em partes externas do veículo. As infrações vão de leve a grave e as multas variam de R$ 53,20 a R$127,69, além de que o transporte indevido pode gerar acidentes graves e colocar em risco a segurança do condutor e passageiros, além da do pet. O ideal é utilizar a caixinha de transportes, cadeirinhas especiais para os bichinhos ou fazer o uso do cinto para transporte de animais.

Malas no devido lugar
Quase ninguém se preocupa na hora de colocar as bagagens no carro, mas é preciso ficar atento. Lugar de mala é no porta malas. Qualquer objeto ou bagagem solta pode render 5 pontos na carteira e uma multa de R$195,23, considerada infração grave. ''Fazer o transporte de bagagens e objetos soltos no veículonãoé permitido pelo código de trânsito, além de ser um perigo, pois qualquer distração com a movimentação desses pertences pode causar um acidente'', ressalta Rodrigo Nóbrega. As bicicletas são a única exceção, podendo ser transportadas presas de pé ou deitadas no teto, desde que não cubra a placa do carro.