Fruto tipicamente nordestino, o caju ganhou um museu que já é reconhecido como patrimônio cultural do Brasil

10/02/2019

Um museu com sabor e aroma. A inspiração que deu vida ao espaço vem de um fruto tipicamente nordestino: o caju. Implantado, desde 2007, numa chácara bem arborizada do município de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza, é possível encontrar artigos elaborados por produtores cearenses com a temática da cajucultura: doce, rapadura, cajuína, artesanatos, fotografias, caricaturas, pinturas, xilogravuras, literatura de cordel.

O lugar busca preservar o valor histórico do caju para o estado, já que o Ceará é o maior produtor do Brasil deste fruto. O museu funciona entre 8h e 17h, de segunda a sábado, para grupos fechados previamente agendados. A entrada custa R$ 5,00 por pessoa e dá direito a uma palestra. No domingo, a visitação é livre no mesmo horário e a cobrança de ingresso dispensada para quem vai almoçar. Pratos variados e alguns feitos à base de caju são servidos no local.Os frequentadores podem conhecer ainda o Fuscaju, um carro com visual bem diferente utilizado nas ações itinerantes pelo interior do Ceará. Atualmente, 20 municípios possuem parceria com o museu para fornecer mercadorias diversas. O projeto já rendeu ao lugar até um prêmio nacional, em 2017, como patrimônio cultural do Brasil.

Quem deseja conhecer pode ir de VLT. Há uma estação do Veículo Leve Sobre Trilhos a cerca de 100 metros da chácara de 5.000 m². Grupos de ciclistas costumam visitar bastante o local. Gostou da ideia? Simbora ?

Serviço:
Museu do Caju
Endereço: Rua San Diego, 332, Parque Guadalajara (Grande Jurema), Caucaia/CE (vizinho à quarta etapa do bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza)
Agendamento: (85) 98835-9915