Artista plástico cearense Juca Máximo expõe na Índia

05/01/2020

As obras do artista plástico cearense Juca Máximo, premiadas internacionalmente, estão ganhando o mundo. Até fevereiro de 2020, no Museu Goa, na Índia, estarão expostas as obras Intense, vencedora do prêmio Carbon da Fabrik em Londres, do prêmio Daylighted nos EUA e exposta em Los Angeles, San Francisco, San Diego, Oakland e Redwood. Já esteve também em Chicago, pela Saatchi Art, na The Other Art Fair; e a infogravura Escreva sua história 1, vencedora do prêmio Daylighted, Minus37 de Sidney e que também está na Saphira Ventura Gallery em Nova Iorque. A mostra é intitulada Gaaf'19.

"Este ano foi, com certeza, um marco em minha carreira e encerrá-lo com uma exposição na Índia é uma grande conquista para mim. É incrível como a arte é uma linguagem universal", revela o artista. O Museu de Goa é uma galeria de arte contemporânea de propriedade privada perto de Calangute, Goa. Com 1.500 metros quadrados, é o maior espaço privado de arte da Índia e foi fundada pelo artista Subodh Kerkar.

Um dos melhores artistas visuais, pela Exclamation Magazine
Juca Máximo também foi escolhido para estar na revista Exclamation Magazine, da Flórida. A publicação é focada em mostrar os principais criadores de entretenimento e arte e enriquecer, de maneira refinada, todos os fornecedores de moda, música e demais áreas abordadas. A revista conta, ainda, com uma edição de luxo destinada a colecionadores, curadores e personalidade da Flórida. A obra escolhida para estar na capa foi a Portrait Colors VIII. "Sinto muita gratidão e orgulho ao ver essa publicação. Quando algo assim acontece de maneira orgânica, é uma satisfação enorme e sinal de que a arte está alcançando mais pessoas do que posso imaginar", revela o artista.